Mercado de atuação

Madeira de lei certificada

A Bosky criou um ecossistema de empresas parceiras, sejam empreendimentos construídos pela Bosky ou como acionista de empresas afiliadas com histórico de sucesso na atuação em alguns dos negócios em que atuamos. Nossos parceiros trazem sólido know-how nas áreas de gestão florestal, desenvolvimento de projetos de carbono, tecnologia blockchain e análise geoespacial.

Há uma demanda crescente por transparência na cadeia de suprimentos e regulamentos governamentais rigorosos sobre a indústria da madeira. A certificação do tipo FSC tornou-se obrigatória para o comércio com mercados desenvolvidos. A Bosky trará uma camada extra de transparência ao implementar tecnologias de rastreamento habilitadas para blockchain.

Compensação de carbono

Existem dois tipos de mercado de carbono:   o regulado e o voluntário. O primeiro é utilizado por empresas e governos que, por lei, devem prestar contas de suas emissões de GEE.

O Mercado Voluntário de Carbono é um mercado descentralizado onde atores privados compram e vendem voluntariamente créditos de carbono que representam remoções ou reduções certificadas de gases de efeito estufa (GEEs) na atmosfera.

REDD+ representa os esforços dos países ou empresas para reduzir as emissões do desmatamento e da degradação florestal e promover a conservação, o manejo sustentável das florestas e o aumento dos estoques de carbono florestal.

A Bosky protegerá a floresta nativa, protegendo a terra para evitar o desmatamento, estocando grandes quantidades de carbono. O Bosky Carbon Token permitirá que os clientes sejam os guardiões de uma parte da floresta em pé.

Frutos nativos

Através da extração sustentável de produtos não madeireiros e plantio de espécies que crescem sob as sombras da floresta, como o cacau, produzimos riquezas com a floresta em pé. Trabalhamos com outros produtos como Cacau, Castanha do Pará, Açaí, Óleos Essenciais de Copaíba e outros. A Bosky atua em várias frentes com a comunidade local, promovendo uma participação muito maior dos produtos nativos da Amazônia nos mercados globais e viabilizando também repasse às comunidades locais do preço premium obtido tanto pela rastreabilidade quando pela indicação geográfica de origem.

Acreditamos que a gestão sustentável de florestas nativas associada à tecnologia é a maneira mais eficaz de controlar o desmatamento e apoiar as comunidades locais, criando valor com os usos múltiplos da floresta em pé.